segunda-feira, 23 de junho de 2008

Casos clinicos - aplicação dos Florais de Bach

1º caso
mulher, 37 anos, casada. O seu relacionamento com o marido era muito mau.
Não se separava por causa dos filhos.
Ela acreditava que com a separação os gastos seriam maiores e não teriam como mantê-los na escola particular. "Este é o futuro deles...".
Sentia-se muito culpada por não conseguir oferecer um lar harmonioso aos filhos. Achava que ficar e suportar o marido era o mínimo que ela poderia fazer como compensação por ser uma fracassada na vida e não conseguir um bom emprego, não ter estudado, não ter escolhido o marido certo.
Na época da entrevista a situação estava tão difícil que ela tinha crises constantes de choro. "Sinto como se estivesse para estourar...".
Foi prescrito Pine (para a culpa), Sweet Chestnut (para o desespero) e Holly (para o ódio).
Passados dois meses já não estava desesperada e começou a reflectir sobre os seus vínculos com os filhos. Percebeu que não tinha força para colocar limites.
Relatou vergonha de si e do seu corpo.
Tomou Pine, Holly, Centaury (para incapacidade em colocar limites nos outros) e Crab Apple (para a vergonha que sentia de si). Tomou esta composição por mais alguns meses, onde posteriormentefoi acrescentada a essência Larch (para o sentimento de inferioridade).
Neste período voltou a estudar, começou a trabalhar e separou-se do marido amigavelmente. Relatou que se estava s realizar como mulher e como mãe.

Sem comentários: